Como vencer a baixa autoestima?

Anúncios

Você já deve ter ouvido falar em autoestima, que significa o valor dado por você mesmo a você.

Ou seja, ela está bastante relacionado ao que você acha de você mesmo. Mas, como vencer?

Quando um indivíduo possui baixa autoestima, trata-se de um indivíduo que geralmente não é feliz, apresenta receio de muita coisa e assim, não consegue evoluir na vida.

Anúncios

Por isso, quanto mais cedo você vencer a baixa autoestima, mais cedo conseguirá alcançar seus objetivos.

Então, vamos ver algumas ações que podem te auxiliar no caminho para vencer!

Por que a autoestima é importante?

O pai da psicanálise, Sigmund Freud, definia autoestima como sendo “um sentimento de estima de si”.

Portanto, é justamente através da autoestima que podemos ter uma visão positiva ou negativa de nós mesmos, sermos pouco ou muito críticos conosco, ou ainda egoístas e narcísicos.

Por isso, ela pode nos ajudar a nos impulsionar, para subirmos na vida, tendo confiança, ou então, ficarmos travados, sem sair do lugar.

De fato, conforme vários estudiosos indicam, a autoestima envolve vários aspectos importantes, como a autoaceitação, a autoconfiança, além de competências sociais, por exemplo.

Assim, a autoestimaela é muito importante, pois, conforme sua autoestima, você poderá conseguir ir mais longe na vida.

O que provoca a baixa autoestima?

Agora que já definimos o que é autoestima, vamos falar sobre quais são os fatores que levam a baixa autoestima.

As experiências que cada um tem em sua vida acabam determinando e tendo forte influência na autoestima.

Mas, em geral, podemos citar alguns fatores que podem resultar em baixa autoestima:

  • Falta de autonomia financeira;
  • Pouca liberdade de escolha em relação a pensamento e expressão;
  • Realidade violenta;
  • Poucas conexões sociais;
  • Criação baseada em culpa e/ou comparações excessivas.
VEJA TAMBÉM:  Por que Jesus me ama?

Como vencer a baixa autoestima?

baixo autoestima
Entenda o que é e como vencer a baixo autoestima. Fonte: Canva

Obviamente, vencer a baixa autoestima não é tarefa fácil. Isso porque muito do que temos de autoestima, seja ela alta ou baixa, tem relação com a criação que tivemos.

Bem como com as experiências de vida durante a infância e adolescência, por exemplo.
Porém, independentemente disso, algumas ações são fundamentais para quem deseja vencer a baixa autoestima.

1 – Não se compare com os outros

A comparação constante com outras pessoas é uma das raízes da baixa autoestima.

Pessoas diferentes têm realidades diferentes.

E por isso, a comparação nunca produz bons resultados.

As redes sociais atuam de forma bastante negativa no sentido de comparação.

Afinal, quem nunca viu um perfil de alguém com o corpo malhado, em uma viagem maravilhosa, enquanto você está bem longe de tudo isso?

Por isso, o ideal é reduzir o acesso a redes sociais (cronometre o tempo e ponha limite de tempo em determinados aplicativos, por exemplo).

Procurar evitar e não seguir perfis que trazem sofrimento psicológico, levando à comparação em excesso, é também uma boa opção.

Sempre que perceber que está se comparando com outra pessoa, faça um exercício de interromper, conscientemente, essa comparação.

2 – Viva no presente

Pessoas com baixa autoestima costumam sofrer também com ansiedade, criando cenários em suas cabeças de coisas que ainda não aconteceram.

Uma boa forma de tentar evitar isso é viver no presente.

A técnica de mindfullness pode te ajudar bastante com isso, com exercícios de respiração e meditação, que te ajudarão a focar no presente.

3 – Tenha compaixão consigo mesmo

Todos cometemos erros e ser duro com você mesmo quando você erra é a receita certa para ter baixa autoestima.

VEJA TAMBÉM:  Como vencer crenças limitantes?

Exercitar a compaixão diariamente, te acolhendo e tendo compaixão quando você toma uma atitude que depois julga como errada é uma das boas maneiras de começar a vencer .

4 – Comemore as pequenas vitórias

A cada degrau subido, comemore.

Mesmo que sejam coisas pequenas, comemore as pequenas vitórias.

Não fique aguardando somente quando um grande acontecimento seja razão para comemorar.

Saiba apreciar e comemorar as pequenas vitórias do dia a dia.

5 – Minimize a culpa

A culpa é uma das grandes companhias da baixa autoestima.

Mediante a maneira que fomos criados, há tendência em se sentir culpado por variadas coisas o tempo todo.

Geralmente, essas pessoas apresentam enorme sentimento de culpa.

Porém, é importante lembrar-se constantemente que o que acontece não depende exclusivamente de nós.

E que sofrer por não ter tomado atitudes no passado, com o conhecimento que temos hoje, não é algo produtivo.

Afinal, uma atitude foi tomada baseando-se nos dados e experiências que se tinha na época e não com as de hoje.

Dessa forma, procure minimizar a culpa sentida e se ainda for difícil, procurar tratamento psicoterapêutico pode ser uma boa opção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo