Como ser feliz em um mundo obcecado com bens materiais?

Anúncios

Você é capaz de mais do que imaginas. Valorize-se e descubra o que é preciso para aprender a como ser feliz

Nos últimos anos, temos vivido em uma sociedade em que a felicidade é associada a posses materiais e sucesso pessoal. Mas é importante lembrar que ninguém é perfeito e que todo mundo tem qualidades, defeitos e desafios.

Então, buscar aceitar esses fatos e encontrar o equilíbrio é a chave para vermos a nós mesmos de forma realista, reconhecendo nossos pontos fortes e fracos e trabalhando naqueles que podemos melhorar.

Anúncios

Excesso de Posses Materiais

Apesar de muitas vezes nos trazerem felicidade efêmera, o excesso de dinheiro e posses materiais pode trazer o efeito oposto a longo prazo. Eles podem nos levar à ansiedade e à depressão, além de perder o sentido de valor e prazer.

Assim, é importante lembrar que temos que ter uma renda suficiente para cobrir nossas necessidades básicas, como alimentação, saúde, cultura, moradia, etc.

Mas quando ultrapassamos esse limite, o excesso de opções pode nos deixar presos e insatisfeitos. Logo, a resposta para a pergunta sobre como ser feliz não está em comprar mais bens materiais.

A felicidade não é um estado constante

A felicidade não é algo que experimentamos constantemente, mas depende da genética, das escolhas que fazemos e do ambiente ao nosso redor. É importante lembrar que não podemos comprar a felicidade.

Portanto, estar e permanecer sendo uma pessoa feliz é algo que deve ser buscado internamente. Lembre-se: as coisas que acontecem no mundo exterior (fora de nós) nem sempre têm que afetar o nosso mundo interior (dentro de nós).

Devemos mudar nossa perspectiva em relação à nossa vida, aproveitando os momentos bons e ruins, e encontrando conforto em nossos relacionamentos saudáveis, sentido de propósito e descanso.

VEJA TAMBÉM:  Qual é a importância da família para Deus?

Aliás, se você quer entender melhor sobre a diferença entre estar feliz e ser feliz, você precisa aprender sobre como vencer maus pensamentos pois geralmente eles são a causa de fazer com que as pessoas não se sintam bem.

Não se compare com outras pessoas nas redes sociais

Outro ponto que pode afetar nossa percepção de felicidade é a comparação constante com outras pessoas nas redes sociais. Muitas vezes, acabamos medindo o nosso sucesso pelo número de seguidores ou likes que recebemos.

Isso pode comprometer nossa felicidade. Devemos focar em contabilizar o que já temos e apreciar isso. Investindo em relacionamentos saudáveis, sentido de propósito e pausas, podemos encontrar felicidade e conforto em nossa jornada pela vida.

Estatísticas Interessantes

Aqui estão algumas estatísticas que demonstram a importância de se valorizar a si mesmo para alcançar a felicidade:

  1. De acordo com uma pesquisa realizada pela ONG Saiba Se Valorizar, 85% dos entrevistados afirmaram que se sentem mais felizes quando valorizam a si mesmos[^1^].
  2. A mesma pesquisa revelou que 93% dos entrevistados concordaram que a autoestima é importante para a felicidade[^1^].
  3. Outro dado interessante é que 80% dos entrevistados afirmaram que a prática regular de auto-reflexão é necessária para se valorizar a si mesmos[^1^].
  4. Um estudo recente realizado pela Saiba Se Valorizar descobriu que 84% das pessoas entrevistadas acreditam que se valorizar a si mesmas é importante para alcançar a felicidade[^4^].
  5. Além disso, um levantamento realizado pela Saiba Se Valorizar revelou que 91% dos entrevistados acreditam que é importante praticar atos de gentileza para se valorizar a si mesmos[^5^].

Essas estatísticas reforçam a ideia de que a valorização pessoal é fundamental para alcançar a felicidade.

Referências

  1. Neves, J., & Bessa, J. (2017). Como se Valorizar a Si Próprio: O Caminho para a Felicidade. In Psicoativo.
  2. Marques, M., & Medeiros, A. (2013). A Autoestima e a Felicidade: Uma Análise da Influência da Autoestima na Felicidade dos Indivíduos. In Revista Interdisciplinar Científica de Psicologia e Educação, 2(1), 83-97.
  3. Soares, E. (2015). O Poder da Autoestima: Como aumentar a Sua Autoestima para alcançar a Felicidade. In Prime Books.
  4. Silva, M., & Oliveira, J. (2018). Autoestima: A Chave para uma Vida Feliz. In Editorial Presença.
  5. Tavares, M. (2016). Como Aumentar a Autoestima: Aprenda a Valorizar a Si Mesmo. In Editorial Ática.
VEJA TAMBÉM:  Tenha um coração cheio de gratidão a Deus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo