A importância da família no desenvolvimento infantil

Anúncios

A importância da família no desenvolvimento infantil é um assunto relevante que todos nós deveríamos refletir.

Com o passar do tempo, você notou que nos dias em família seus filhos se sentem mais à vontade, realizam atividades pela primeira vez, experimentam novas sensações…

Enfim, aprendem com mais facilidade e rapidez do que quando estão sozinhos, e se desenvolvem melhor?

Anúncios

Você deve saber que isso não é uma simples coincidência!

Quando você está presente na vida de seu filho, ele se sentirá mais bem-vindo e protegido, dando-lhe uma sensação de segurança enquanto explora o mundo.

Fique atento a este artigo para saber mais sobre a importância da família no desenvolvimento infantil e quais fatores tendem a ter maior impacto na vida do seu filho.

a importância da família no desenvolvimento infantil
A importância da família no desenvolvimento infantil – Foto: Canva Pro

A importância da família no desenvolvimento infantil – o que isto realmente significa

Em algum momento da sua vida você já deve ter ouvido falar que a família é a base de qualquer ser humano, certo?

Mas você sabe o que isso significa na prática? Você percebe o quanto a família é importante para o desenvolvimento de qualquer pessoa, principalmente quando é criança?

As crianças pequenas veem os adultos como espelhos, modelos a serem seguidos.

Por isso, quando demonstram amor, preocupação e interesse pelos filhos, por exemplo, sentem-se amadas e estimuladas a tomar alguma atitude porque, mesmo quando não sabem.

Antes de saber , eles entendem que sempre terão alguém para segurá-los, segurá-los, ensiná-los o que é certo e o que é errado em determinadas situações, e assim por diante.

A Importância da Família no Desenvolvimento Infantil – Interações do Lado Materno

São os momentos de amor, carinho, cuidado, cuidado e compreensão demonstrados por meio da figura materna, e uma relação mais próxima entre mãe e filho, que a criança se sentirá capaz de se conectar com o universo em que vive.

VEJA TAMBÉM:  Certidão de nascimento: como conseguir a segunda via?

Gestos simples são um elemento importante na construção do vínculo emocional de seu filho.

Por exemplo:

  • amamentação,
  • dar atenção,
  • mantenha contato visual,
  • apertar as mãos,
  • trocar fraldas,
  • ajudar a engatinhar/andar,
  • leia para ele/ela.

Com isso, ele se sente amado, apoiado e confiante para enfrentar seus medos, matar sua curiosidade, aprender sobre o mundo ao seu redor e enfrentar os obstáculos que precisar.

A importante função do Homem no desenvolvimento infantil

Em resumo, os cientistas já descobriram que as crianças começam a mostrar sinais de que são mais vulneráveis ​​às interações familiares e à presença a partir dos três anos de idade.

Porém, a partir dos três meses de idade, eles já começam a sentir os efeitos.

Quando o assunto é o pai ou a figura masculina, eles naturalmente se envolvem em comportamentos mais enérgicos e estimulantes.

E as crianças pequenas se sentem estimuladas a correr riscos e explorar o universo ao seu redor, o que acaba estimulando o desenvolvimento motor. e cognição.

Se um adulto passa uma hora por dia lendo para uma criança durante os primeiros meses de vida, especialmente se ela interage de forma sensível, calma e menos ansiosa, pode contribuir para o desenvolvimento cognitivo, atenção e a resolução de problemas.

Além de oferecer suporte positivo, por exemplo, ajudar em problemas, linguagem e habilidades sociais.

Da mesma forma, praticar algum tipo de atividade física com seu filho pode ajudá-lo a desenvolver o hábito de cuidar do corpo e da saúde.

Porém, esses fatores só têm um impacto maior quando feitos naturalmente e de acordo com a vontade dos adultos.

Isto porque as crianças são mais sensíveis e quando algo é forçado ou não vindo do coração, elas acabam sentindo.

Então, quando você dedicar seu tempo aos seus filhos, dedique-se por completo.

VEJA TAMBÉM:  Como ganhar o kit maternidade do governo?

Aproveite e leia também: Como esquecer um amor não correspondido

Irmãos e primos: uma convivência necessária

As crianças que convivem com irmãos, ou primos no caso de filhos únicos, tendem a ser pessoas melhores pois estarão praticando virtudes como companheirismo, reciprocidade, amizade, empatia, etc.

Mesmo que elas não percebam, as crianças estarão aprendendo no dia a dia.

Seja ao emprestarem um brinquedo, ou consolarem quando estão tristes…

Seja ao passar pelos mesmos sentimentos de medo ou alegria, por exemplo.

Irmãos e primos mais velhos são modelos que as crianças buscam espelhar.

Já os da mesma idade fazem com que a criança sinta parte de um grupo.

Cada um tem um papel fundamental dentro de uma família.

Certamente as crianças que tiverem uma família estruturada, baseada no amor e respeito, serão crianças muito mais saudáveis em diversos aspectos.

Por isso, não subestime o papel da família no desenvolvimento da criança. Ele é extremamente importante!

Gostou deste artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais!

A gente se vê na próxima página, até lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo